Economia

BC suspende medidas contra devedores do Rio Grande do Sul por 90 dias

AGÊNCIA BRASIL

Pessoas que moram no Rio Grande do Sul e empresas com sede no estado que estão inadimplentes com o Banco Central (BC) deixarão de ser incluídos na dívida ativa. O órgão suspendeu por 90 dias as medidas executivas contra devedores da instituição.

Al√©m de n√£o irem¬†para a d√≠vida ativa, os devedores n√£o receber√£o certid√Ķes de protesto nem ter√£o a√ß√Ķes judiciais de execu√ß√Ķes fiscais ajuizadas. O BC explicou que a medida n√£o atingir√° os cr√©ditos da autarquia (recursos que a autoridade monet√°ria tem direito a receber) com risco de prescri√ß√£o.

Segundo o BC, ainda n√£o √© poss√≠vel estimar a quantidade de devedores beneficiados nem o montante envolvido. Durante o per√≠odo de suspens√£o, o √≥rg√£o far√° a√ß√Ķes de controle e monitoramento que permitir√£o identificar os impactos da medida.

A suspensão consta de portaria editada a ser editada nesta terça-feira (7) pelo Banco Central.