Brasil

Concurso unificado: governo trabalha para garantir segurança na prova

AGÊNCIA BRASIL

Banner Concurso Unificado. Foto: Arte/EBC

 

O Concurso P√ļblico Nacional Unificado (CPNU) ser√° realizado neste domingo (5), em dois turnos, em 228 munic√≠pios de todos os estados brasileiros, mais o Distrito Federal.¬†O Minist√©rio da Gest√£o e da Inova√ß√£o em Servi√ßos P√ļblicos (MGI), organizador¬†do certame, em colabora√ß√£o com a Funda√ß√£o Cesgranrio, contratada para realiza√ß√£o do concurso unificado, tem supervisionado as diferentes etapas para garantir o sucesso na aplica√ß√£o das provas e na sele√ß√£o dos candidatos mais qualificados para ocupar uma das 640 vagas ofertadas pelos 21 √≥rg√£os federais nesta primeira edi√ß√£o.

Bras√≠lia, (DF) ‚Äď 16/02/2024 ‚Äď  Alexandre Retamal, coordenador-geral de log√≠stica do CPNU, participa do programa A Voz do Brasil. Foto Valter Campanato/Ag√™ncia Brasil.
Bras√≠lia, (DF) ‚Äď 16/02/2024 ‚Äď  Alexandre Retamal, coordenador-geral de log√≠stica do CPNU, participa do programa A Voz do Brasil. Foto Valter Campanato/Ag√™ncia Brasil.

Alexandre Retamal √©¬†coordenador-geral de Log√≠stica do Concurso P√ļblico Nacional Unificado¬†– Valter Campanato/Ag√™ncia Brasil

Em entrevista à Agência Brasil, o coordenador-geral de Logística do CPNU no MGI, Alexandre Retamal, destacou aspectos prioritários da organização nos dias que antecedem o concurso: segurança para garantir integridade e sigilo; infraestrutura acessível a todos; logística eficiente de distribuição e retorno dos cadernos de provas; comunicação clara; transparência para garantir imparcialidade e equidade no processo; uso de tecnologia para agilizar processos e reprimir fraudes e vazamentos.

Entre eles, a segurança é destacada como a principal, para garantir a integridade, lisura e sigilo das provas e, igualmente, evitar vazamentos e fraudes no concurso unificado.

Segurança x fraudes

O MGI tem destacado que, desde o planejamento até a divulgação dos resultados, conta com a experiência de 25 anos do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) do Ministério da Educação (MEC), na aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que inspirou o CNPU.

Em rela√ß√£o √† seguran√ßa e √† intelig√™ncia, o MGI ampliou os protocolos de seguran√ßa que j√° existiam da aplica√ß√£o do Enem, com apoio da Secretaria Nacional de Seguran√ßa P√ļblica do Minist√©rio da Justi√ßa e Seguran√ßa P√ļblica, da Pol√≠cia Federal (PF), da Pol√≠cia Rodovi√°ria Federal (PRF), com a participa√ß√£o da Ag√™ncia Brasileira de Intelig√™ncia (Abin), da For√ßa Nacional For√ßa Nacional de Seguran√ßa P√ļblica (MJSP) e dos Correios.

‚ÄúTodos esses √≥rg√£os, em conjunto, atuam para a gente garantir, desde a vigil√Ęncia nos locais de elabora√ß√£o das quest√Ķes de prova do concurso, impress√£o e a distribui√ß√£o das provas fazendo a escolta e a vigil√Ęncia junto com os Correios. Al√©m disso, est√° sendo feita a vigil√Ęncia nos armaz√©ns onde as provas estar√£o at√© o dia da prova e a escolta nos estados at√© os locais de aplica√ß√£o‚ÄĚ, destaca¬†o coordenador-geral.

‚ÄúTudo que a gente puder fazer para garantir a seguran√ßa e a lisura do certame n√≥s j√° estamos fazendo para que os candidatos possam chegar, no dia de prova, e fazer o seu melhor sem ficar preocupado se outras pessoas ser√£o beneficiadas por esquemas fraudulentos‚ÄĚ, reiterou Alexandre Retamal.

No dia da prova

No domingo, ser√£o mais de 75,7 mil salas de aplica√ß√£o das provas, distribu√≠das em 3.665 locais de aplica√ß√£o, como escolas e universidades, localizados em 228 munic√≠pios. O coordenador do CPNU destaca que todos os locais de aplica√ß√£o contar√£o com vigil√Ęncia e rondas para garantir a seguran√ßa. O MGI planeja instalar, em pontos indicados pela Pol√≠cia Federal, detectores de metal e de pontos eletr√īnicos, principalmente, pr√≥ximos aos banheiros dos locais das provas. O objetivo √©¬†impedir o uso fraudulento da tecnologia para contato externo e repasse ilegal de respostas das quest√Ķes do concurso. ‚ÄúJustamente, para impedir a atua√ß√£o de quadrilhas e organiza√ß√Ķes criminosas que usam deste artif√≠cio dos pontos eletr√īnicos com os candidatos na tentativa de burlar ao concurso.‚ÄĚ

Alexandre Retamal orienta o candidato que, ao entrar no local de prova, entre as 7h30 e as 8h30 de domingo, deve portar apenas o cartão de confirmação, um documento de identidade com foto, caneta preta de material transparente. Além disso, pode levar água em garrafa transparente e alimentação em embalagens fechadas.

>> Veja dicas na¬†reta final para o¬†Concurso P√ļblico Nacional Unificado.

No momento da aplica√ß√£o das provas objetivas e dissertativas, nos dois turnos de domingo, todos os candidatos ser√£o orientados a desligarem e guardarem dentro de um¬†envelope lacrado os equipamentos com qualquer componente eletr√īnico, como celulares, chaves com alarme, calculadoras e rel√≥gios. Tamb√©m¬†est√£o proibidos os portes de rel√≥gios de qualquer natureza, pendrives, mp3 player, fones de ouvido agendas eletr√īnicas, gravadores, e microcomputadores port√°teis e outros sob pena de elimina√ß√£o do candidato.

‚Äú√Č importante que os candidatos atendam √†s orienta√ß√Ķes dos fiscais de sala e evitem levar qualquer tipo de anota√ß√£o, qualquer tipo de material que possa ser identificado como cola ou algum item escuso para que n√£o haja surpresas‚ÄĚ, adverte Retamal.¬†A tentativa de fraude em um concurso p√ļblico configura crime, conforme o C√≥digo Penal Brasileiro, e pode resultar em pena de um a cinco anos de pris√£o.

Pós-prova

Outras medidas de seguran√ßa que ser√£o adotadas pelos fiscais de sala, durante a aplica√ß√£o das provas, consistem na coleta de digitais de todos os participantes e no exame grafol√≥gico, quando o candidato ter√° que reescrever uma frase impressa no pr√≥prio cart√£o-resposta por recomenda√ß√£o da Pol√≠cia Federal. ‚ÄúTamb√©m fizemos uma parceria com a Pol√≠cia Federal para depois, quando os candidatos forem aprovados no concurso, os agentes verificarem se aquele candidato que fez a prova √© o mesmo que fez a inscri√ß√£o, por meio daquela coleta de digitais e do exame grafol√≥gico‚ÄĚ, aponta o coordenador do CNPU.

Um acordo com o MEC possibilitará a confirmação da veracidade e da validade de diplomas de graduação e documentos apresentados pelos aprovados no concurso no momento da prova de títulos e da efetiva posse da vaga.

Desde esta ter√ßa-feira (30), uma for√ßa-tarefa da Advocacia-Geral da Uni√£o (AGU) tamb√©m tem trabalhado em regime de plant√£o judicial para dar seguran√ßa jur√≠dica √† realiza√ß√£o do CPNU. De acordo com o MGI, os 121 membros da AGU trabalhar√£o de forma estrat√©gica em eventuais a√ß√Ķes judiciais para que n√£o causem instabilidades no processo seletivo, sobretudo no domingo. O plant√£o judicial ser√° mantido at√© 9 de maio.

Colaboradores

O Concurso Nacional Unificado envolver√° cerca de 215 mil funcion√°rios na seguran√ßa, transporte e aplica√ß√£o das diferentes provas do certame. O n√ļmero representa, em m√©dia, 10% do total de inscritos no Enem dos Concursos, que tem mais de 2,1 milh√Ķes de candidatos inscritos.¬†

‚ÄúEste √© o contingente de pessoas [215 mil]¬†que n√≥s estamos organizando para participar da aplica√ß√£o, desde o planejamento at√© toda a parte da elabora√ß√£o de provas, distribui√ß√£o de provas, aplica√ß√£o, depois a log√≠stica de reversa e corre√ß√£o‚ÄĚ, diz o coordenador de Log√≠stica do concurso.

Em um concurso p√ļblico, a log√≠stica de reversa controla o fluxo de retorno das provas, que n√£o poder√£o ser levadas pelos candidatos, e dos cart√Ķes-resposta dos candidatos aos locais de corre√ß√£o.

O MGI explica que, para todo o ciclo de planejamento e realiza√ß√£o deste que √© o maior concurso p√ļblico realizado no Brasil para preenchimento de vagas no Executivo federal, foi necess√°ria a contrata√ß√£o de colaboradores para atender √†¬†demanda de candidatos.¬†

D√ļvidas

At√© s√°bado (4), v√©spera da aplica√ß√£o das provas, a Funda√ß√£o Cesgranrio mant√©m canais de comunica√ß√£o para tirar d√ļvidas, por exemplo, sobre os locais de provas, vagas reservadas ou tratamento diferenciado. O contato pode ser feito pelo¬†telefone¬†0800 701 2028, de 9h √†s 17h, de segunda a domingo, ou pelo e-mail¬†cpnu@cesgranrio.org.br

Serviço

Provas do Concurso P√ļblico Nacional Unificado (CPNU)
Data:
domingo, 5 de maio de 2024;
Hor√°rios:¬†manh√£ – port√Ķes abrem √†s 7h30, fecham √†s 8h30. In√≠cio da prova √†s 9h;
¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬†tarde – port√Ķes abrem √†s 13h, fecham √†s 14h. In√≠cio da prova √†s 14h30.

Os candidatos n√£o poder√£o sair dos locais de prova com o caderno de quest√Ķes por medida de seguran√ßa.