Economia

Em pronunciamento, Marinho destaca políticas para os trabalhadores

AGÊNCIA BRASIL

Em pronunciamento √† na√ß√£o por ocasi√£o do 1¬ļ de Maio, o ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, destacou nesta ter√ßa-feira (30) as pol√≠ticas do governo em prol dos trabalhadores e os resultados positivos na gera√ß√£o de empregos e a valoriza√ß√£o salarial.

‚ÄúVoc√™s que verdadeiramente produzem a riqueza do nosso pa√≠s, voc√™s merecem mais que nossa gratid√£o. Merecem melhores sal√°rios, garantia de direitos, mais qualidade de vida e oportunidades para crescer. Merecem um Brasil mais desenvolvido e molho para se viver‚ÄĚ.¬†

Segundo ele, o 1¬ļ de maio √© um dia de luta para os trabalhadores e trabalhadoras de todo o mundo. Marinho comemorou a gera√ß√£o recorde de empregos com carteira assinada no Brasil. Segundo ele, foram quase 720 mil empregos neste ano e 2,1 milh√Ķes desde o in√≠cio do governo.¬†

‚ÄúNeste 1¬ļ de maio √© dia de comemorar tamb√©m a valoriza√ß√£o real do sal√°rio m√≠nimo, que voltou a subir acima da infla√ß√£o, e a valoriza√ß√£o de todos os sal√°rios das mais diversas categorias profissionais, que tamb√©m foram reajustados acima da infla√ß√£o‚ÄĚ.

Segundo Marinho, as pol√≠ticas p√ļblicas do governo garantiram a retirada de 24,4 milh√Ķes de pessoas da fome. Ele tamb√©m citou a reforma tribut√°ria, em negocia√ß√£o no Congresso Nacional, que, segundo o ministro,¬†vai baratear o pre√ßo dos alimentos, e a aprova√ß√£o da isen√ß√£o do imposto de renda para quem ganha at√© 2 sal√°rios m√≠nimos, com o compromisso de chegar em 2026 com isen√ß√£o para quem ganha at√© R$ 5 mil.¬†¬†

O ministro lembrou a proposta do governo encaminhada para o Congresso Nacional que garante direitos trabalhistas e previdenci√°rios para motoristas de aplicativos. Tamb√©m citou outras iniciativas como o lan√ßamento do programa Acredita, a oferta de cr√©dito imobili√°rio e cr√©dito para pequenos empres√°rios, al√©m de condi√ß√Ķes favor√°veis para a renegocia√ß√£o de d√≠vidas.¬†

Destacou a necessidade de lutar contra a precariza√ß√£o do trabalho no Brasil e em todo o mundo. ‚ÄúN√£o s√£o as m√°quinas, n√£o √© o dinheiro, n√£o s√£o os aplicativos, os algoritmos ou a intelig√™ncia artificial. S√£o¬† voc√™s, homens e mulheres de carne e osso que fazem valer cada gota do seu suor e que merecem a parte justa da riqueza que produzem‚ÄĚ, finalizou.