Brasil

Governo cria malha aérea emergencial para atender o Rio Grande do Sul

AGÊNCIA BRASIL

O Ministério de Portos e Aeroportos anunciou nesta quinta-feira (9), em Brasília, a disponibilização de uma malha aérea emergencial com 116 voos comerciais semanais para atender a população do Rio Grande do Sul, afetada por fortes chuvas e enchentes, que obrigaram o fechamento, por tempo indeterminado, do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, que permanece com pista, pátio e saguão completamente alagados.

Antes do fechamento, o aeroporto da capital ga√ļcha estava entre os 10 mais movimentados do pa√≠s e representava quase 90% do volume de passageiros transportados em todo o estado. ¬†

Segundo o ministro S√≠lvio Costa Filho, de Portos e Aeroportos, dos 12 aeroportos existentes hoje no Rio Grande do Sul, seis terminais far√£o parte do plano emergencial, com amplia√ß√£o de voos e n√ļmero de passageiros, al√©m da Base A√©rea de Canoas, na regi√£o metropolitana, que se tornou o principal centro log√≠stico para a chegada de cargas e opera√ß√Ķes de resgate, e que poder√° receber cinco voos comerciais di√°rios e at√© 35 por semana.

Ao todo, segundo o governo, ser√£o 53 voos semanais operando nos aeroportos de Caxias do Sul, Santo √āngelo, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria e Uruguaiana, no interior do estado.

Al√©m disso, os aeroportos de Florian√≥polis, Chapec√≥ e Jaguaruna, em Santa Catarina, tamb√©m far√£o parte do plano para apoio √† popula√ß√£o do Rio Grande do Sul, com amplia√ß√£o de frequ√™ncias e n√ļmero de assentos.

Os aeroportos regionais ga√ļchos e catarinenses est√£o operacionais e as principais companhias a√©reas est√£o disponibilizando a venda de bilhetes para os novos voos. As principais liga√ß√Ķes a√©reas, nessa primeira fase, ser√£o os aeroportos de Guarulhos, na Grande S√£o Paulo, e Viracopos, em Campinas (SP), al√©m do aeroporto Afonso Pena, em Curitiba.¬†

O Ministério de Portos e Aeroportos explicou que a malha aérea emergencial amplia de sete mil para 13 mil os assentos semanais em voos para o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. O volume representa uma fração do que o Aeroporto de Porto Alegre ofertava quando estava em funcionamento, transportando 100 mil passageiros por semana.

“N√≥s vamos avan√ßar na avia√ß√£o regional. Naturalmente, conforme a demanda da popula√ß√£o, a gente vai ampliando o n√ļmero de voos regionais, para que a sociedade brasileira, sobretudo o povo do sul, possa ter acesso aos voos que s√£o t√£o importantes para o estado”, afirmou o ministro S√≠lvio Costa Filho.

Canoas

O início dos voos comerciais para a Base Aérea de Canoas ainda não tem data marcada e deve levar, pelo menos, alguns dias. A operação será toda coordenada pela Fraport, a concessionária que administra o aeroporto de Porto Alegre.

“A Fraport assumiu a opera√ß√£o, est√° estruturando o aeroporto [de Canoas], o que voc√™s sabem que leva alguns dias. E a gente espera que a Fraport possa o quanto antes iniciar os cinco voos di√°rios”, explicou o ministro.

A estruturação inclui montagem da logística, adaptação do terminal de passageiros, montagem de equipamentos de raio-X, escadaria de acesso a aeronaves, segurança e logística de bagagens, entre outros serviços essenciais para a aviação civil.

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), que atuou na construção do plano emergencial, informou que as principais companhias áreas do país estão interessadas e envolvidas na operação da nova malha aérea.

“Todas as empresas a√©reas – Gol, Latam e Voepass – operam nessas seis bases [aeroportos regionais] que foram apresentadas, e t√™m interesse de operar, tamb√©m, dentro da viabilidade operacional de seguran√ßa, na base √°rea de Canoas, quando isso estiver regularizado para opera√ß√£o regular”, afirmou Jurema Monteiro, presidente da entidade que representa as a√©reas.

Malha emergencial

Veja como fica a malha aérea emergencial no Rio Grande do Sul e Santa Catarina:

Aeroporto de Caixas do Sul (RS) | 25 voos semanais

Aeroporto de Santo √āngelo (RS) | 2 voos semanais

Aeroporto de Passo Fundo (RS) | 16 voos semanais

Aeroporto de Pelotas (RS) | 5 voos semanais

Aeroporto de Santa Maria (RS) | 2 voos semanais

Aeroporto de Uruguaiana (RS) | 3 voos semanais

Base aérea de Canoas (RS) | 35 voos semanais

Aeroporto de Florianópolis (SC) | 21 voos semanais

Aeroporto de Jaguaruna (SC) | 7 voos semanais

Aeroporto de Chapecó (SC) | aumento de capacidade da aeronave