Brasil

Prefeitura e polícia apuram caso de pousada incendiada em Porto Alegre

AGÊNCIA BRASIL

A prefeitura de Porto Alegre far√° uma ‚Äúinvestiga√ß√£o preliminar sum√°ria‚ÄĚ no contrato de presta√ß√£o de servi√ßo com a Pousada Garoa, ‚Äúque desde 2020 fornece leitos ao munic√≠pio para abrigar pessoas em situa√ß√£o de rua‚ÄĚ. A determina√ß√£o √© do prefeito Sebasti√£o Melo, que tamb√©m decretou luto de tr√™s dias.

Na sexta-feira (26), um inc√™ndio total na pousada resultou na morte de dez pessoas e o ferimento de outras cinco. Est√£o sendo elaborados os relat√≥rios t√©cnicos sobre as causas do inc√™ndio, com apura√ß√Ķes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Brigada Militar e Instituto Geral de Per√≠cias. A investiga√ß√£o est√° a cargo da 17¬™DP, Delegado Daniel Ordahi.

Segundo nota distribu√≠da no in√≠cio do dia pela prefeitura da capital ga√ļcha , ‚Äúa Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS) far√° vistorias em 22 locais utilizados pelo Executivo para abrigo de pessoas em situa√ß√£o de vulnerabilidade.‚ÄĚ