Brasil

Sites do governo do RS est√£o fora do ar ou inoperantes

AGÊNCIA BRASIL

Sites e servi√ßos online oferecidos pelo governo do Rio Grande do Sul est√£o fora do ar ou funcionando precariamente, sem atualiza√ß√Ķes, ap√≥s a sede do Centro de Tecnologia da Informa√ß√£o e Comunica√ß√£o (Procergs) ter sido inundada, em Porto Alegre.

No portal do governo estadual, a √ļltima not√≠cia foi publicada na segunda-feira (6) √†s 20h43, antes de o sistema de processamento de dados estaduais ter sido desligado para evitar um colapso da rede. J√° no site da Defesa Civil estadual, a √ļltima postagem foi um alerta, publicado no dia 5 de maio √†s 20h32.

No in√≠cio da tarde desta ter√ßa-feira (7), a Secretaria de Educa√ß√£o chegou a publicar uma not√≠cia, pouco ap√≥s o meio-dia, informando sobre a ativa√ß√£o de canais para o recebimento de doa√ß√Ķes via Pix, afim de¬†auxiliar as v√≠timas das enchentes. A publica√ß√£o anterior foi no dia 4 de maio, √†s 11h40.

O portal de servi√ßos do estado e os sites de secretarias, como as de Fazenda; de Log√≠stica e Transportes; e de Sa√ļde, est√£o fora do ar.

O desligamento do sistema j√° havia sido anunciado pelo pr√≥prio centro de tecnologia. ‚ÄúInformamos a todos que, apesar de todos os esfor√ßos empreendidos ao longo dos √ļltimos dias, e de todas as diversas a√ß√Ķes tomadas no sentido de preservar o Data Center da Procergs e do Estado, nas √ļltimas horas a enchente em Porto Alegre tomou propor√ß√Ķes in√©ditas e a √°gua entrou no pr√©dio da companhia¬†em um volume que a empresa n√£o consegue contornar‚ÄĚ, diz a nota.

Segundo o Procergs, o desligamento foi a alternativa encontrada para preservar a infraestrutura instalada¬†e¬†retomar as atividades no “menor intervalo de tempo poss√≠vel”. A¬†retirada da maioria dos servi√ßos √© tempor√°ria e¬†ainda n√£o h√° previs√£o de retomada dos servi√ßos, informou.