Brasil

Aeroporto de Guarulhos tem 291 imigrantes retidos em √°rea restrita

Aeroporto de Guarulhos tem 291 imigrantes retidos em √°rea restrita


AGÊNCIA BRASIL

Centenas de imigrantes, a maior parte deles provenientes da √ćndia, encontram-se atualmente retidos em uma √°rea restrita do Aeroporto Internacional de Guarulhos. A informa√ß√£o foi confirmada nesta quarta-feira (12) pelo Minist√©rio P√ļblico Federal (MPF) de S√£o Paulo, que convocou¬†reuni√£o emergencial para amanh√£, com a Pol√≠cia Federal, a Ag√™ncia da Organiza√ß√£o das Na√ß√Ķes Unidas para Refugiados, a concession√°ria GRU Airport e a Ag√™ncia Nacional de Vigil√Ęncia Sanit√°ria, na qual a¬†situa√ß√£o ser√° discutida.

A √°rea restrita √© uma regi√£o do terminal onde¬†os imigrantes ainda n√£o foram admitidos, ou seja, eles ainda n√£o ingressaram no pa√≠s oficialmente por estarem sem visto ou documentos. √Č onde estrangeiros¬†aguardam a solicita√ß√£o de ref√ļgio ou a repatria√ß√£o¬†a seus pa√≠ses de origem.

O MPF declarou essa situa√ß√£o como ‚Äúnova crise humanit√°ria instalada no aeroporto‚ÄĚ, relembrando que, recentemente, o aeroporto de Guarulhos recebeu grande¬†fluxo¬†de pessoas vindas do Afeganist√£o¬†e tamb√©m do Vietn√£.

Segundo o √≥rg√£o, que teve representantes ontem no aeroporto, cerca de 400 imigrantes estiveram na √°rea nesta ter√ßa-feira¬†na √°rea de imigra√ß√£o, sem poder entrar no pa√≠s, o que tem chamado a aten√ß√£o das autoridades brasileiras. A maioria √© de¬†indianos, mas h√° tamb√©m cidad√£os de outros pa√≠ses, como¬†Nepal. Ainda n√£o h√° confirma√ß√£o sobre os motivos que levaram¬†estes imigrantes a partirem para¬† Brasil . As informa√ß√Ķes iniciais indicam que eles chegaram a Guarulhos em diferentes voos nos √ļltimos dias e est√£o enfrentando problemas para a libera√ß√£o de entrada. Entre essas dificuldades est√£o falhas no Sistema Nacional de Processamento de Pedidos de Ref√ļgio¬†(Sisconare), a plataforma digital para o registro de pedidos de ref√ļgio no pa√≠s.

Ministério da Justiça

Em nota, o Minist√©rio da Justi√ßa e Seguran√ßa P√ļblica diz que trabalha na solu√ß√£o de “instabilidades moment√Ęneas” que afetam a ferramenta, o que ocorre devido a “atualiza√ß√Ķes e melhorias realizadas em outros sistemas eletr√īnicos da pasta¬†com os quais o Sisconare tem liga√ß√£o”..¬†

De acordo com a pasta,¬†s√£o 291 os imigrantes retidos na √°rea restrita nesta quarta-feira, “viajantes que, em sua maioria, j√° manifestaram a inten√ß√£o de solicitar ref√ļgio e dever√£o ter o seguimento do seu processo nos pr√≥ximos dias”.

O minist√©rio informou ainda que, junto com a Pol√≠cia Federal, est√° comprometido a¬†“acelerar e maximizar a capacidade de processamento dos pedidos, com observ√Ęncia das normas afetas ao ref√ļgio e respeito aos direitos humanos”.¬†¬†

Cen√°rio

À TV Brasil, Letícia Carvalho, da Missão Paz Рinstituição filantrópica de apoio e acolhimento a imigrantes e refugiados Рcontou que também esteve no aeroporto ontem, em contato com esses imigrantes. Segundo ela, o cenário é complexo e tem sido observado também em outras partes do mundo, mas foi agravado no Brasil pela instabilidade no Sisconare .

No ano passado, centenas de vietnamitas enfrentaram situação parecida, ao ficarem retidos na área de imigração do aeroporto. A suspeita, na ocasião, era de que redes de coiotes e de contrabando estavam por trás do fluxo migratório e que eles apenas queriam utilizar o Brasil como porta de entrada para os Estados Unidos.

Notificação

A prefeitura de Guarulhos informou que o Posto Avançado de Atendimento Humanizado ao Migrante, equipamento municipal instalado no aeroporto de Guarulhos, não foi notificado oficialmente sobre a situação dos indianos.

A Agência Brasil procurou a Acnur e a concessionária do aeroporto e aguarda posicionamento.

*Colaborou o repórter Guilherme Jeronymo, da TV Brasil