Brasil

Anatel atesta funcionalidade de novo sistema de alertas de emergência

Anatel atesta funcionalidade de novo sistema de alertas de emergência


AGÊNCIA BRASIL

A Ag√™ncia Nacional de Telecomunica√ß√Ķes (Anatel) deu ‚Äúsinal verde t√©cnico‚ÄĚ para a implementa√ß√£o de um novo sistema de alertas de emerg√™ncia. Ele √© diferenciado por ser no formato pop up, ficando sobreposto √†s telas abertas nos celulares. A informa√ß√£o aparece de forma imediata na tela dos dispositivos e, para ser fechada, requer a√ß√£o do usu√°rio.

A ferramenta testada, chamada cellbroadcast, fez uso das tecnologias móveis de quarta e quinta geração (4G e 5G) das operadoras Claro, Tim, Vivo e Algar.

Fachada da Anatel
Fachada da Anatel

 Anatel atesta funcionamento técnico de alertas pelo celular РAndré Luís Pires de Carvalho

Sua utilização depende, ainda, de treinamento a ser feito com agentes das defesas civis locais, mas a expectativa é de que comece a operar até o fim deste ano, sendo testado inicialmente em dez cidades de pequeno porte, com histórico de desastres ambientais.

Ao condicionar o fechamento da tela para dar sequ√™ncia ao uso do aparelho celular, o que se buscou foi garantir que informa√ß√Ķes sobre riscos de desastres sejam mais lidas, do que os alertas enviados exclusivamente por SMS ou via TV por assinatura.

‚ÄúDiferentemente das notifica√ß√Ķes via SMS, que chegam gradativamente aos usu√°rios, as mensagens de texto do cellbroadcast s√£o recebidas quase que instantaneamente por todos os usu√°rios‚ÄĚ, informa a Anatel.‚ÄĮ‚ÄĮ

‚ÄúAl√©m disso, a depender do tipo de emerg√™ncia, a mensagem poder√° acionar um sinal sonoro no celular, mesmo se estiver no modo silencioso, o que vai permitir maior funcionalidade do alerta nas situa√ß√Ķes de risco‚ÄĚ, acrescentou.

Uso efetivo

A Ag√™ncia, no entanto, reitera que o uso efetivo desta ‚Äúsolu√ß√£o de alertas de emerg√™ncia‚ÄĚ depende das autoridades das defesas civis estaduais e municipais competentes para gerir os riscos estabelecidos na Classifica√ß√£o e Codifica√ß√£o Brasileira de Desastres (Cobrade).

‚ÄúO objetivo √© complementar e auxiliar as a√ß√Ķes dos √≥rg√£os de Defesa Civil na preven√ß√£o e mitiga√ß√£o dos impactos ocasionados por desastres naturais, alertando os cidad√£os que estejam em localidades de risco sobre a imin√™ncia de eventos como alagamentos, enxurradas, deslizamentos de terra, vendavais, chuvas de granizo, entre outros. O conte√ļdo desses alertas √© de responsabilidade dos √≥rg√£os de Defesa Civil‚ÄĚ, explicou a Anatel.