Brasil

Arquivo Nacional est√° no RS para ajudar com acervos afetados por chuva

Arquivo Nacional est√° no RS para ajudar com acervos afetados por chuva


Da Redação com Agência Brasil

Uma equipe t√©cnica do Arquivo Nacional viajou esta segunda-feira (1¬ļ) para o Rio Grande do Sul, onde visitar√° acervos afetados pelas enchentes em diferentes cidades do estado. A institui√ß√£o j√° vinha prestando aux√≠lio por meios remotos desde 30 de abril. O apoio presencial √© para acompanhar a situa√ß√£o atual dos documentos e das demandas de cada lugar.

Ainda nesta segunda-feira, est√£o previstas reuni√Ķes com a equipe do Arquivo P√ļblico do Rio Grande do Sul (Apers) e com outros representantes de institui√ß√Ķes de guarda de acervos.

At√© a pr√≥xima quarta-feira (4), v√£o ocorrer mais reuni√Ķes e visitas a √≥rg√£os que tiveram acervos comprometidos na capital ga√ļcha, como a Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Segundo o Arquivo Nacional, 19 √≥rg√£os do estado entraram em contato e receberam orienta√ß√Ķes sobre preserva√ß√£o e recupera√ß√£o de documentos. A institui√ß√£o disponibiliza um servi√ßo de helpdesk permanente por e-mail e aplicativos de mensagens.

As chuvas que atingiram o estado durante o m√™s de maio provocaram danos ao patrim√īnio p√ļblico e privado. Em casos extremos, alguns documentos n√£o t√™m mais recupera√ß√£o e precisam ser eliminados. O processo deve seguir uma nota t√©cnica emitida pela institui√ß√£o, que recomenda a elimina√ß√£o apenas quando as informa√ß√Ķes dos suportes est√£o totalmente inacess√≠veis. Quando os √≥rg√£os est√£o ligados √† administra√ß√£o p√ļblica federal, √© obrigat√≥ria a autoriza√ß√£o expressa do Arquivo Nacional.

Os t√©cnicos da Coordena√ß√£o de Preserva√ß√£o do Acervo do AN realizaram testes e simularam a situa√ß√£o dos arquivos ap√≥s as enchentes, para pensar em solu√ß√Ķes mais eficientes no resgate de acervos. Os experimentos foram monitorados na f√°brica de papel mantida pela institui√ß√£o no Rio de Janeiro.

Uma das orienta√ß√Ķes dadas aos √≥rg√£os com acervos afetados pelas enchentes √© o de tomada de decis√Ķes. Por exemplo, quando √© preciso escolher quais documentos v√£o ser priorizados no resgate. Aqueles identificados como de guarda permanente, que envolvem garantias de direitos e deveres dos cidad√£os, podem ser priorizados. Exemplos s√£o pastas com hist√≥ricos e funcion√°rios. Tamb√©m entram na lista aqueles documentos que n√£o t√™m c√≥pias digitalizadas.

Outro exemplo de recomenda√ß√£o √© a de congelamento do acervo quando a quantidade de documentos afetados pela √°gua √© maior do que a capacidade de monitoramento e tratamento. Por meio desse processo, o acervo √© preservado e o tratamento √© feito gradualmente de acordo com as possibilidades de cada √≥rg√£o. O congelamento impede o crescimento de col√īnias de microrganismos que podem afetar ainda mais os documentos.



Fonte: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil