Política

Lula volta ao Rio Grande do Sul neste domingo

AGÊNCIA BRASIL

O presidente Luiz In√°cio Lula da Silva retornar√° ao Rio Grande do Sul neste domingo (5) para acompanhar os trabalhos do governo federal na¬†presta√ß√£o de assist√™ncia humanit√°ria aos atingidos pelas fortes chuvas no estado. A informa√ß√£o foi confirmada pelo ministro-chefe da Secretaria de Comunica√ß√£o Social da Presid√™ncia da Rep√ļblica (Secom/PR), Paulo Pimenta, em seu perfil na rede social X (antigo Twitter).

Também pelas redes sociais, Lula voltou a afirmar que não faltarão recursos federais ao Rio Grande do Sul, que enfrenta o que autoridades vêm chamando de pior desastre climático da história do estado.

“O governo federal est√° em di√°logo permanente com o governo do Rio Grande do Sul e com as prefeituras para apoiar a regi√£o no que for necess√°rio. N√£o mediremos esfor√ßos para ajudar os munic√≠pios que sofrem com as chuvas e salvar vidas”, escreveu Lula.

Na tarde deste s√°bado, Lula¬†preside¬†uma reuni√£o virtual da sala de situa√ß√£o criada por ele na quinta-feira (2). No Pal√°cio da Alvorada, resid√™ncia oficial da Presid√™ncia da Rep√ļblica, Lula e ministros debatem, por videoconfer√™ncia, solu√ß√Ķes emergenciais para o estado. Parte dos ministros j√° se encontra em Porto Alegre onde ser√° instalado um¬†gabinete de crise¬†que funcionar√° como base para agilizar a comunica√ß√£o entre governo federal e munic√≠pios atingidos.

Retorno de Lula

Neste domingo, a previs√£o √© que o presidente viaje acompanhado de nove ministros, entre eles, o da Fazenda, Fernando Haddad; a¬†da Sa√ļde, N√≠sia Trindade, e¬†o da Educa√ß√£o, Camilo Santana. O desembarque est√° previsto para 10h30 no estado.

O presidente Lula ir√° se reunir com o governador ga√ļcho, Eduardo Leite, prefeitos dos munic√≠pios afetados e autoridades locais, com o objetivo de refor√ßar o trabalho conjunto que est√° sendo feito.

‚ÄúN√£o vai faltar disposi√ß√£o, or√ßamento e capacidade de trabalho, para que a gente possa reconstruir tudo aquilo que est√° sendo destru√≠do do Rio Grande do Sul. Mas, principalmente, para que a gente possa salvar vidas e fazer com que todo o suporte necess√°rio, nesse momento dram√°tico que o Rio Grande precisa, possa ser oferecido pelo Governo Federal‚ÄĚ, anunciou o ministro da Secom/PR.

A equipe se somará às autoridades federais que estão no estado: os ministros Paulo Pimenta; da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, a presidente da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), Joenia Wapichana; o presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab/Mapa), Edegar Pretto; e o secretário nacional de Assistência Nacional, do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, André Quintão,

Segunda visita

Em menos de uma semana, esta será a segunda visita do presidente Lula ao estado. Na quinta-feira (2), o presidente Lula e ministros desembarcaram na cidade de Santa Maria para avaliar a situação diante dos temporais.

Na ocasi√£o, ele garantiu que n√£o faltariam¬†recursos do governo federal no socorro √† popula√ß√£o do Rio Grande do Sul e na reconstru√ß√£o de munic√≠pios ga√ļchos atingidos por tempestades e enchentes desde o in√≠cio da semana.

Ap√≥s a visita, o presidente Lula determinou a cria√ß√£o de uma¬†sala de situa√ß√£o para centralizar e coordenar as a√ß√Ķes federais de socorro √† popula√ß√£o do estado e monitorar os temporais no Rio Grande do Sul.