CidadesDestaques

PMCG preenche cadastro de reserva para o Casamento Coletivo 2024

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria de Cultura (Secult), preencheu, nesta sexta-feira, 19, as vagas para o cadastro de reserva para o Casamento Coletivo 2024. As vagas reservas foram abertas ap√≥s a 100¬™ inscri√ß√£o ser preenchida, e servem para que, caso haja alguma desist√™ncia, o pr√≥ximo da fila seja atendido, beneficiando assim o maior n√ļmero de pessoas poss√≠vel.

Com todas as vagas preenchidas, a Secretaria de Cultura dar√° in√≠cio, nos pr√≥ximos dias, ao calend√°rio de prepara√ß√£o dos noivos que antecedem o grande dia, como reuni√Ķes, ensaios, escolhas das vestimentas, entre outros. A programa√ß√£o com todas essas datas ser√° divulgada em breve.

Preservando a tradi√ß√£o, o Casamento Coletivo ser√° realizado na Pir√Ęmide do Parque do Povo, no dia 12 de junho, v√©spera de Santo Ant√īnio e Dia dos Namorados, em um dos momentos mais memor√°veis da programa√ß√£o d‚ÄôO Maior S√£o Jo√£o do Mundo, edi√ß√£o especial de 160 anos da Rainha da Borborema.

‚ÄúO Casamento Coletivo √© um dos mais importantes eventos n√£o s√≥ d‚ÄôO Maior S√£o Jo√£o do Mundo, mas da Para√≠ba. S√£o mais de 30 anos gerando alegria, bem-estar e felicidade para os casais que participam dessa grande cerim√īnia e momento de amor. Trata-se de uma importante a√ß√£o s√≥cio cultural, onde todos os preparativos envolvendo a documenta√ß√£o no cart√≥rio, a decora√ß√£o da cerim√īnia, os vestidos das noivas, a maquiagem, o cabelo e a roupa dos noivos, s√£o disponibilizados e custeados pela Prefeitura de Campina Grande‚ÄĚ, destacou o secret√°rio de Cultura, Ronaldo Cunha Lima Filho.

Amor e memória
Casar no Casamento Coletivo tamb√©m representa uma tradi√ß√£o, que vem atravessando gera√ß√Ķes e fam√≠lias ao longo de mais de 30 anos. A primeira a chegar na fila e realizar a inscri√ß√£o, Nilmara Nunes, contou sobre esta experi√™ncia.

‚ÄúA minha tia casou no Parque do Povo h√° 22 anos. Sempre foi um desejo meu casar no Casamento Coletivo e continuar essa tradi√ß√£o‚ÄĚ, relatou ela.

O casal Fernanda e José Henrique também teve em sua história marcas de familiares. O tio da noiva guardou seu lugar na fila para garantir que ela conseguiria sua vaga.

‚ÄúEu e meu noivo nos conhecemos no Maior S√£o Jo√£o do Mundo, em 2019, e por isso eu sempre quis casar no Casamento Coletivo. Tentamos casar ano passado, mas n√£o deu certo por conta de uma documenta√ß√£o do cart√≥rio. Meu tio conseguiu casar em 2023 e eu pedi para ele me ajudar. Estamos muito ansiosos, pois √© a realiza√ß√£o de um sonho. Vai ser muito marcante para n√≥s‚ÄĚ, contou.

A alegria de encontrar alguém especial para compartilhar a vida e selar este momento na maior festa junina do país, e do mundo, também é o sonho do casal Edvan e Jadna. Edvan comemorou a inscrição e já conta os dias para o Casamento.

‚ÄúEu me tornei uma pessoa com defici√™ncia (PCD) ap√≥s sofrer um acidente. Sa√≠ da casa da minha m√£e e fui morar sozinho, e um tempo depois conheci ela (Jadna) pela internet. Conversamos por mais ou menos um ano e nos conhecemos pessoalmente na igreja. H√° seis anos moramos juntos e depois que ela chegou tudo na minha vida melhorou. Enquanto n√£o chegar o dia de casar, eu vou ficar olhando a data. Estou contando os dias‚ÄĚ, comemorou Edvan.

CODECOM/PMCG