Cidades

Prefeitura de Lagoa Seca promove mesa redonda para debater trabalho infantil

Prefeitura de Lagoa Seca promove mesa redonda para debater trabalho infantil


DECOM/PMLS

A Prefeitura de Lagoa Seca, por meio da Vigil√Ęncia Socioassistencial, √≥rg√£o ligado √† Secretaria de Assist√™ncia Social, promoveu, nesta quinta-feira (13), uma mesa redonda para debater o panorama do trabalho infantil no munic√≠pio.

A mesa redonda fez parte da semana de a√ß√Ķes desenvolvidas para mobilizar a popula√ß√£o contra o trabalho infantil, institu√≠do no dia 12 de junho. Representantes de setores da gest√£o, como Educa√ß√£o e Assist√™ncia Social, participaram do momento, a fim de enriquecer o debate e pensar estrat√©gias de resolu√ß√£o dessa problem√°tica.

Na ter√ßa-feira, durante a sess√£o ordin√°ria da C√Ęmara de Vereadores, membros da Vigil√Ęncia Socioassistencial usaram a tribuna do parlamento para discutir o assunto e pedir refor√ßo por parte do poder p√ļblico.

Segundo dados apresentados pela psic√≥loga Tha√≠sa Santos, o n√ļmero de fam√≠lias em situa√ß√£o de trabalho infantil, em Lagoa Seca, vem caindo. Em 2012, a cidade contava 2 mil casos. Do ano passado at√© abril deste ano, 51 notifica√ß√Ķes foram registradas. Apesar da diminui√ß√£o considerada, √© preciso ter cautela diante dos n√ļmeros. Isso porque, segundo a profissional, pode haver aus√™ncia de den√ļncias, ou seja, subnotifica√ß√Ķes que impedem o rastreamento de casos.

Para Cecita Jer√īnimo, respons√°vel pela Vigil√Ęncia Socioassistencial, o trabalho infantil √© considerado ‚Äúinvis√≠vel‚ÄĚ, pois muitas fam√≠lias ainda n√£o sabem diferenciar certas rotinas di√°rias, que crian√ßas e adolescentes devem ter em casa, e acabam levando seus filhos a trabalhos pesados, tirando, por vezes, o menor da escola. A coordenadora lembrou, ainda, que priva√ß√Ķes de uma inf√Ęncia plena, com sonhos, brincadeiras e educa√ß√£o, as crian√ßas que trabalham carregam graves consequ√™ncias para a vida adulta, como impactos f√≠sicos, psicol√≥gicos e econ√īmicos, al√©m da perpetua√ß√£o do ciclo da pobreza, repetido de gera√ß√£o a gera√ß√£o.