Política

Relatora de processo contra deputado Chiquinho Braz√£o pede mais tempo

Relatora de processo contra deputado Chiquinho Braz√£o pede mais tempo


AGÊNCIA BRASIL

A deputada federal Jack Rocha (PT-ES) pediu, nesta quarta-feira (12), mais tempo para apresentar o plano de trabalho que nortear√° o processo contra o tamb√©m deputado federal Chiquinho Braz√£o (sem partido-RJ), acusado de ser um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ). O deputado, que est√° preso desde 24 de mar√ßo, nega as acusa√ß√Ķes. Marielle e o motorista Anderson Gomes foram mortos a tiros, no centro do Rio, no dia 14 de mar√ßo de 2018.

Os integrantes do Conselho de √Čtica e Decoro Parlamentar da C√Ęmara dos Deputados reuniram-se hoje para conhecer o plano de trabalho da relatora do processo disciplinar, e tamb√©m para analisar as representa√ß√Ķes por quebra de decoro contra os deputados Fernanda Melchionna (PSOL-RS) e Glauber Braga (PSOL-RJ).

A deputada, contudo, disse precisar de mais tempo para analisar toda a documenta√ß√£o que, segundo o presidente do conselho, Leur Lomanto J√ļnior (Uni√£o-BA), os advogados de Braz√£o entregaram ao colegiado na √ļltima segunda-feira (10) ‚Äď e √† qual Jack Rocha afirma s√≥ ter tido acesso ontem (11).

‚ÄúRecebemos ontem os documentos relacionados √† defesa, inclusive, no final da tarde de ontem. H√° alguns documentos para serem avaliados. Pedimos um pouco mais de prazo para fazer o plano de trabalho e dar conhecimento √† comiss√£o‚ÄĚ, pediu a deputada.

De acordo com o presidente do Conselho de √Čtica e Decoro Parlamentar, al√©m da defesa escrita, os advogados de Braz√£o entregaram um HD, ou seja, um dispositivo de armazenamento de dados, contendo documentos que est√£o sob segredo de justi√ßa e aos quais os deputados agora ter√£o acesso.

Lomanto pediu a Jack Rocha que apresente seu plano de trabalho na semana que vem, em uma nova reuni√£o do colegiado. ‚ÄúSe puder apresentar, para que a gente possa, j√° na pr√≥xima sess√£o [analisar o plano de trabalho]. Porque temos um tempo e diversas testemunhas para serem ouvidas‚ÄĚ, explicou o deputado.