Brasil

Servidores do INSS entram em greve por melhores sal√°rios

Servidores do INSS entram em greve por melhores sal√°rios


Da Redação com Agência Brasil

Os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), ligados ao Sindicato dos Trabalhadores do Seguro Social e Previdência Social no Estado de São Paulo  iniciaram nesta quarta-feira (10) uma greve a nível nacional. A paralisação ocorre por falta de acordo com o governo federal sobre reajuste salarial, e atinge tanto quem trabalha de forma presencial nas agências quanto aqueles que atuam em home office.

A paralisa√ß√£o pode afetar a an√°lise da concess√£o de benef√≠cios como aposentadoria, pens√Ķes, Benef√≠cio de Presta√ß√£o Continuada (BPC), atendimento presencial (exceto per√≠cia m√©dica e an√°lise de recursos e revis√Ķes de pens√Ķes e aposentadorias. Apesar das in√ļmeras rodadas de negocia√ß√£o com o governo, n√£o houve acordo quanto ao reajuste salarial da categoria.¬†

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores do Seguro Social e Previdência Social no estado de São Paulo (SINSSP) ficou aprovada a instalação do comando de greve, com a primeira reunião marcada para o dia 12, para analisar os rumos do movimento.

O INSS tem 19 mil servidores ativos no quadro. A maioria ‚Äď 15 mil ‚Äď formada por t√©cnicos ‚Äď respons√°veis pela maioria dos servi√ßos da institui√ß√£o, al√©m de 4 mil analistas. Ao todo, 50% dos servidores, ainda est√£o no trabalho remoto, em home office.

Medidas

Por meio de nota, o INSS informou que vai estudar medidas de contingenciamento para que a popula√ß√£o n√£o seja afetada. No entanto, ‚Äúbalan√ßo da paralisa√ß√£o iniciada nesta quarta-feira aponta que n√£o houve impacto no sistema e no atendimento do INSS‚ÄĚ.

O instituto diz ainda ‚Äúque mais de 100 servi√ßos do INSS podem ser realizados pela plataforma Meu INSS, que tem vers√£o para celular (app) e desktop. Al√©m da Central de atendimento 135, que funciona de segunda a s√°bado, de 7h √†s 22h‚ÄĚ. Os cidad√£os e cidad√£s que necessitarem de algum servi√ßo do INSS, como requerimento, cumprir exig√™ncia, solicitar aux√≠lio-doen√ßa, por exemplo, podem utilizar esses meios.

O INSS avalia que não há como relacionar greve de servidores iniciada nesta quarta-feira com os efeitos da checagem de benefícios que vai começar somente em agosto próximo.

Outra convocação

Os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social marcaram para entrar em greve¬†por tempo indeterminado, a partir da pr√≥xima ter√ßa-feira (16). Esse movimento, convocado pela Federa√ß√£o Nacional de Sindicatos de Trabalhadores em Sa√ļde, Trabalho, Previd√™ncia e Assist√™ncia Social (Fenasps), comunicou por¬†of√≠cio¬† √† ministra de Gest√£o e Inova√ß√£o, Esther Dweck, e ao presidente do INSS, Alessandro Stefanutto, sobre a paralisa√ß√£o da categoria em todo o pa√≠s.

No documento, a entidade de classe, informa que ‚Äúap√≥s an√°lise das propostas apresentadas pelo governo, entenderam que a negocia√ß√£o teve poucos avan√ßos‚ÄĚ. O texto diz ainda que [o governo] em vez de apresentar de proposta nova que fortale√ßa a carreira do Seguro Social, piora com o alongamento da carreira de 17 para 20 n√≠veis e pela cria√ß√£o de gratifica√ß√£o de atividade‚ÄĚ. A proposta √© muito aqu√©m das perdas salariais da categoria que superam os 53% no √ļltimo per√≠odo. A entidade enumera tamb√©m que o acordo da greve de 2022 at√© agora n√£o foi cumprido pelo governo.

A Fenasps explica que no dia 31 deste mês, encerra o prazo para o INSS se adequar a Instrução Normativa 24 (IN24), que transforma os atuais programas de Gestão, em Programas de Gestão e Desempenho, o que significa uma piora na pressão para cumprimento de metas e a possibilidade de desconto de salário no caso das metas não serem atingidas, bem como a abertura de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra os servidores.

A entidade convoca a categoria a participar das assembleias estaduais para definir os rumos do movimento.



Fonte: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil